quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Yes he can!

O assunto do mês tem um nome: Barach Hussein Obama.

Sim, é esse o nome do atual presidente dos Estados Unidos da América [como se a América fosse deles ¬¬]. Esse nome não lhe lembra nada? Barach Hussein [um certo ditador deposto pelo governo estadunidense] Obama [lembra o nome do terror de 11 de setembro e dos próximos 30 anos]. Irônico? Não, não! Irônico seria se George Bush tivesse esse nome.

Obama, como diriam meus amigos do gueto [e eu mesma], já chegou chegando. E chegou com uma carga de oito anos de decadência em cima dos ombros. Chegou com o peso de reerguer a considerada mais poderosa nação do mundo e ainda, de resolver os problemas das outras nações [lembrete aos outros países: ele primeiro tem de resolver os problemas de casa e essa faxina pode demorar...].

Analisando os últimos anos americanos, cheguei a conclusão de que o povo do USA [ele usa você também?] é burro, mas tem salvação. Após anos de estabilidade econômica, financeira e de superávits no governo democrata de Bill Clinton [que a despeito dos casos extra-conjugais levantou o seu país], o povo americano escolhe o filho de outro trapalhão, ninguém menos que George Bush Jr. que com sua política neoliberal de governo republicano e de burradas maiores do que o país pôde suportar, deixa o poder com duas guerras, uma recessão e muitas tentativas frustradas de matar um tal Obama... quer dizer... Osama . Parabéns, povo americano, vocês pediram. A América para os americanos, não é? Fico imaginando como seria se em vez da mente brilhante aí, tivessem escolhido Al Gore para a presidência... Bom, mas eles demonstraram que não são um caso perdido e optaram por mais um democrata.

E agora? Será que eles acham que Obama vai entrar na casa branca, soltar purpurina e tudo vai voltar ao normal? Esses americanos precisam parar de ir à Disney e entender que a Sininho não existe. Faith, trust and pixie dust isn’t all you need at all! O primeiro presidente negro tem muito trabalho duro a fazer. Tem que varrer a casa verdadeiramente e tirar aquela poeira debaixo do tapete. Ele já começou. Desfez algumas medidas tolas do tolo governo do Bush, mas pode levar anos até a economia do país estabilizar-se e até os efeitos da guerra se esvaírem.

É muito peso para um homem só e eu o admiro por isso. Admiro esse homem que está dando a cara negra [aposto que a ku klux klan não votou nele] a tapa para devolver o american way of life aos seus conterrâneos.

Que maior ironia do que, em um país preconceituoso e rico, o seu messias ser um negro keniano? Avante, Obama! A América é de um Africano.

Nota mental: Mesmo assim não me espantaria se na próxima eleição, em vez de escolherem a senhora Clinton, por exemplo [ou mesmo Michelle Obama, porque não?], os estadunidenses escolhessem Bush Neto [tem um Bush neto? Espero que não!].


Nota mental 2: Alguém concorda que a melhor parte do governo Bush tem relação com um par de sapatos iraquianos? =x


Gráfico para descontrair ;]



W.A.M.

4 comentários:

Camiℓa Oℓiveira disse...

Que roupa Michelle Obama usará?! Como assim?!?! ^^

Uma coisa engraçada que lembrei enquanto lia o texto é que há anos os filmes americanos mostram atores negros interpretando um presidente dos EUA para mostrar ausência de preconceito, mas demorou séculos para realmente essa oportunidade se validar...

Poly Jomasi disse...

rsr aroupa de Michelle realmente parou o mundo ner rsrsrsr!!! como sempre minha jornalista predileta adorei o post! bju ^^

J. Lira disse...

Hmmm... aposta quanto que daqui a quatro ou oito anos um republicano voltará ao poder? Os americanos devem gostar de uma emoçãozinha... deve ser isso.

Pensando sobre isso lembrei do macete que uso para discernir os republicanos dos democratas. É só pensar: "os democratas daqui(o próprio demo) são exatamente o contrário dos democratas de lá(aqueles que surgem pra limpar a merda dos republicanos)". Pensando assim eu nunca me confundi, hehe.

Diamante Cor de Prata disse...

Acho que o 'povo americano' estava mais preocupado com a roupa da esposa do preseidente..Vc leu que o site da Griffe recebu mais de 6.000 e-mails em um dia? Pois é minha cara, talvez seja por isso que aquele pais esteja no caos. Eles esqueceram o que é essencial. Uma pena!!!
Acredito nesse GRANDE homem chamado Barack Obama.

Bj