sábado, 10 de janeiro de 2009

E eles que são os animais...


Alguém me vê um anzol pra enfiar nos ovos da pessoa que fez isso!

"Hutin enviou uma equipa de filmagens a Réunion no Verão passado, para obter provas documentais de que os animais vivos estavam a ser usados como isco para tubarões, com o objectivo de expor esta bárbara prática no programa de defesa dos direitos dos animais da organização na televisão.
Não foi preciso muito tempo para que a equipa descobrisse três casos, diz ela. Um vídeo e fotografias mostram os cães com diversos anzóis profundamente presos nas patas e focinho. "Foi a partir daí que todos começaram a levar a situação a sério, percebemos que era mesmo verdade."
Um veterinário conseguiu tratar com sucesso um dos cães, o cão de seis meses de idade com um anzol no focinho que se vê na foto acima, na SPA (Société Protectrice des Animaux) da capital de Réunion, St.-Denis. (...)"Ultimamente, quase todas as semanas, temos encontrado cães com anzóis na ilha, para não falar de gatos encontrados nas praias e parcialmente devorados por tubarões."
Uma vez que os pescadores capturem os animais, colocam-lhes imediatamente anzóis, "ou pelo menos no dia anterior, para que sangrem o suficiente". Alguns escapam antes de serem atirados ao mar, outros não têm essa sorte.
Após os anzóis serem colocados nas patas e/ou focinhos, os animais são atados a tubos infláveis com linha de pesca e largados no mar, relata o Clicanoo. Para evitar a detecção, os pescadores colocam o isco no meio da noite e regressam de manhã para verificar se capturaram algum tubarão. "

Divulgem!!


1- Métodos de ABATE de Animais, usados pela industria alimentar e de roupa:
Pistola Pneumática


Uma "pistola" é apontada para a cabeça do animal e uma vara de metal é disparada para dentro do cérebro. A pistola é projetada de modo que a haste jamais sai completamente, ela simplesmente vara a cabeça do animal e depois é puxada pelo açougueiro enquanto o animal desmaia.Este disparo, como o animal se agita muito, nem sempre é certeiro e, freqüentemente, atinge o olho ou resvala na cabeça do animal, gerando ainda mais dor.

Atordoamento Elétrico.


Os animais são conduzidos molhados a um corredor e dali tangidos com choques elétricos de 240 volts.


Choques Na Cabeça


Um atordoador elétrico é utilizado para produzir um ataque e a garganta do animal é cortada, deixando-o sangrar até a morte.


Golpes De Marreta


Utilizando-se de um martelo específico golpeia-se a cabeça do gado quebrando o seu crânio (essa técnica também é usada em vitelas, pois os ossos do crânio de filhotes são mais macios).Nem sempre o martelo acerta com precisão a região que causa a inconsciência, podendo rasgar os olhos ou o nariz do gado.


Abate Ritual

Os animais estão totalmente conscientes quando suas jugulares são cortadas. Alguns matadouros prendem o animal por uma perna e penduram-no de cabeça para baixo antes que suas gargantas sejam cortadas, resultando em danos dolorosos dos tecidos em 50% das vezes e, em algumas vezes, crises de vômito.
2- Brasil - Abates Rituais -A História de Lázaro: Fica aqui a descrição de "levantar cabelos":
"Não é difícil imaginar porque este animal recebeu este nome. Lazaro foi encontrado na tarde do dia 29 de abril de 2006 em um lugar afastado onde é costume jogar entulho, lixo e animais mortos. Por sorte uma pessoa passando por lá ouviu que um animal chorava apesar de não poder se mexer. Tentou localizar alguém que o capturasse e conseguiu contatar o nosso abrigo. Fomos imediatamente recolher Lazaro e ali ouvimos comentários que muitos animais, ainda vivos, usados para rituais religiosos, são jogados naquele local para morrerem. Lazaro estava em uma caixa amarrada com uma fita vermelha. Não sabemos o que aconteceu com ele. Um dos olhos havia sido perfurado, tinha dores por todo corpo, provavelmente havia sido surrado até desfalecer pois não tinha nenhuma fratura. Apenas gemia como que agonizando. Foi levado imediatamente a uma clinica veterinária e medicado. Não havia como radiografar, ele tinha dores demais principalmente na cabeça e no rabo. A temperatura estava baixa, tivemos medo de seda-lo e assim a base de tramal e soro tentamos reanimá-lo um pouco. Lazaro não pode ouvir nenhum barulho que já começa a gritar. Fechar a porta do carro ou qualquer porta, barulho de jornal no chão ou o simples aproximar de uma pessoa faz com que ele se encolha e comece a gritar. Lazaro não parece um cachorro abandonado, tem um pelo limpo e saudável. Não consigo imaginar o que pode ter acontecido com ele. Lazaro não consegue ficar de pé apesar de mexer as patas, evacua e urina sem sair do lugar, mas graças a Deus tem um bom apetite."
3. A Benneton praticva com as ovelhas um ritual bastantes interesante...embora por acação da PETA já o tenha deixado de fazer. Ommétodo consistia em sedar as ovelhas, que depois ainda vivas, era-lhes retirada a pele corporal, por que sabe que esta fica mais maléavel, elástica e fácil de trabalhar. Centenas de milhares de animais foram assim tratados para "nos" vestir.

4.No Egipto é prática corrente o envenenamento de animais para controlo de natalidade e pragas. O problema é que o processo de envenenamento é uma verdadeira tortura em que o animal sofre que nem "um animal"!

5. Na China tira-se a pele aos cães e gatos ainda vivos:, eis a descrição do sucedido:"The reason for the gathering was to screen video evidence revealing dogs and cats being skinned alive in China and call on the leader to introduce and enforce meaningful welfare standards regulating the treatment of animals within the fur industry.(...)Among the rabbits, coyotes, foxes and other animals, millions of cats and dogs are brutally murdered for their fur."


3 comentários:

MarinaniraM disse...

Waniffer, aqui é a Marina!!! Te achei!!!
Sobre o texto, triste realidade.. mas que pode mudar!!! Foi por não concordar com nenhum tipo de exploração animal que virei vegetariana há quase 6 anos!
Lindos os seus olhos no blog!
Estou pensando em retomar os meus blogs, estou precisando escrever!
Beijos!!!!!!

Poly Jomasi disse...

Nossa que tristeza e raiva nos dá ao ver isso né. nosso papel diante dessas atrocidades é de denunciar... quem sabe a gente num consegue um dia ver aquele anzol no devido lugar dele (nos ovos de quem os colocou alí) rsrsr bju wân! amei teu blog!!

Tiago Marques disse...

Procura saber como é feito o babie beef.

Ou a carne de vitela...