terça-feira, 13 de janeiro de 2009

I need to break free


Gritar! Rasgar o peito com as próprias mãos e por de uma vez para fora tudo que está lá dentro congelando à espera de uma raio de sol para aquecer.
Gritar!
Olhar pra pessoa do seu lado e dizer: eu amo você, vamos sair no final de semana, eu não preciso lhe conhecer pra gostar de você, a gente se conhece há tanto tempo e eu nunca disse que lhe amo, volta pra mim, me deixa em paz, você está linda hoje, obrigada, me dá um abraço, você precisa de algo, que sorriso lindo você tem.
Frases pequenas que podem ser ditas sem nenhum esforço, mas que engasgam como se um pedaço mal mastigado de orgulho e frieza ficasse entalado sem deixar uma palavra sair. Palavras que poderiam tonar a convivência tão melhor e os corações tão mais brandos.
Eu quero mais ternura no meu coração. Pessoas que vejam além da minha capa de auto-preservação doentia e me estendam a mão com um sorriso e que eu consiga sorrir. Quero dizer que amo, pular no pescoço de alguém, dizer o quanto são importantes para mim. Quero me libertar e gritar!
Gritar para expulsar o corpo estranho que se incorporou à minha garganta seca e cantar em alto som, sem medo de perder a voz, o quão feliz sou e se perder a voz, não temer, pois alguém estará do meu lado para cantar por mim.
Eu preciso ser alguém melhor. Você também precisa.
Eu amo você, vamos sair no final de semana, eu não preciso lhe conhecer pra gostar de você, a gente se conhece há tanto tempo e eu nunca disse que lhe amo, volta pra mim, me deixa em paz, você está linda hoje, obrigada, me dá um abraço, você precisa de algo, que sorriso lindo você tem.
Você disse isso a alguém hoje?

W.A.M.

Tirinha de hoje:


5 comentários:

Karla Brito disse...

Todos nos precisamos break free... eu, nesse momento, estou precisando disso... nao eh facil nem quebrar isso nem manter isso, mas a gente tenta ate conseguir...
pq faz bem e o mundo agradece.

Wânyffer Monteiro disse...

e eu te amo. já disse isso hoje? ;]

Camiℓa Oℓiveira disse...

Às vezes sentimos tanto e não conseguimos dizer. Eu amo tantos, mas poucas vezes disse a cada um deles o que realmente sentia. Medo de sentir mais vunerável, não sei, mas às vezes a mente quer e algo impede de cumprir a vontade.

Wânyffer Monteiro disse...

idem, mila

Glauver Souza disse...

sentimentos são muito confusos... eu q o diga...
e as palavras escassas...
ja te amo viu?
adorie o post e o garfield é o melhor!!