quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Deu zebra em dia de céu vermelho


Os dois olhinhos apertados que destoam do rosto tipicamente cearense e da pele morena de sol observam perdidos as bancadas de caro granito e a multidão que toma conta do recinto. Cercado por crianças com fitinhas azuis e mais dezenas de senhores, o homem dos olhos puchados e das sobrancelhas caídas segura uma faixa que transmite: "O PARATODOS EMPREGA IDOSOS, DEFICIENTES FÍSICOS E OS EXCLUÍDOS DA SOCIEDADE - Jornal O Povo".
Os olhos expressivos do senhor de meia-idade estão perdidos assim como seu emprego e sua dignidade. Entre milhares de desempregados clamando por trabalho hoje no Palácio 13 de Maio, ele cala e fala através do olhar tudo o que sente.
26.000 empregos tirados (reiterando a informação do post anterior) em um estado que gera apenas 40.000 empregos por ano. Por que não legalizar o Jogo do Bicho e dar espaço para mais renda para o estado?
Na assembléia popular do dia 16 de outubro de 2008, o senhor de olhar distante não pareceu se encontrar nem quando um funcionário da Caixa Econômica Federal (sim, dela mesma) que admitiu ser sobrinho do Mororó (sim, dele mesmo) foi ao palanque lutar pelos direitos dos outros trabalhadores (esse aí perdeu o emprego hoje mesmo) e acusar a "imprensa vagabunda" de alienar a população. Eu, como já parte integrante dessa imprensa, concordo plenamente, ao contrário da minha colega de trabalho presente na Assembléia que sussurou palavras de repudio.
"E o pior é que as pessoas q leem os jornais não se questionam das noticias que leem. somente leem: "o ceu nao é azul e sim vermelho." Ai os leitores olham pro ceu e o veem vermelho". É meu amigo. Realmente, o que tenho a dizer, é que É!
Enquanto isso, em algum casebre da periferia Fortalezense, o homem de olhar cativante se acha e roga pela família e por uma solução urgente.

W.A.M.

5 comentários:

M disse...

Como toda decisão, essa de acabar o Jogo do Bicho gera controvérsias.

Se por um lado o jogo é ilegal porque é considerado um jogo de azar, então todas as loterias deveriam ser instintas afinal todo jogo é de azar, mega sena, quina, e todos outros jogos que são permitidos. Permitidos porque? Porque pertencem ao governo claro.

Antes de acabar o jogo de uma vez, (até porque ninguém é inocente e sabe que segundo a policia parte do din - din do Jogo do Bicho era desviado para lavar dinheiro e outros atos ilicitos)e tirar o emprego de várias pessoas, porque não tentaram regulamentar o jogo, chega em um acordo? A mesma coisa foi feita com os bingos, é mais fácil acabar tudo de uma vez do que tentar regulamentar, colocar dentro da lei. Aliás o que é mesmo que no Brasil funciona dentro da lei, sem usar as brechinhas? Quem é rico vai pra Las Vegas jogar nos bingos, sim porque cassinos nada mais são do que bingos luxuosos, quanto ao povão, resta agora esperar a rifinha de fim de ano do bar da esquina.

Wânyffer Monteiro disse...

Regulametar é a única saída. Até porque se as pessoas procuram formas ilícitas de trabalho como os moto táxis antigamente, por exemplo, [não considero as banquinha do jogo do bicho nesse comentário] é porque o governo não dá oportunidades de trabalho honesto e qualificado.

M disse...

Quem não tem Las Vegas vai no bingo de Irajá

F. Macedo disse...

Podem até não acreditar.. mas jogo do bicho eh parte da cultura brasileira... a maior prova disso é o '-' que fazemos quando escrevemos o numero sete... os jogadores faziam isso pra existir uma diferença maior entre o numero um e o numero sete, já que quando escrito com velocidade e ansiedade, ele pode lembrar o número um.

Bárbara disse...

É assim mesmo, as pessoas se acomodam, se está bom pra elas, o que importa que está ruim pros outros? elas são se importar quando elas passarem a fazer parte desse "outros" em um futuro próximo ;)