domingo, 23 de agosto de 2009

The most important felling

Amizade não é um estar entre muitos, mas um estar com uma pessoa e sentir-se cercado.
Não é um eu te amo ao fim de uma ligação, mas um olhar nos olhos.
Não é um estou do seu lado, mas um estou longe e mora dentro de mim.
Amizade é uma carona de madrugada, uma conversa até altas horas, fazer rir.
Amizade é implicar, é encher o saco do outro só porque a intimidade deixa.
É saber que aquela implicância só é possível pela exagerada necessidade de demonstrar amor.
Amizade não é um falar sem parar das coisas da vida, é um estar em silêncio de não sentir-se constrangido. É deixar as entrelinhas preencherem o vazio deixado pelo dizer desnescessário.
Mas amizade também é falar as coisas da vida e sentir-se à vontade em contá-las pela certeza de, simplesmente, ser ouvido.
Amizade é um "te amo mais do que você me ama" e não se importar.
É um carinho no rosto e também um tapa na nuca, por que não?
É pôr o pé, só de pirraça, pro outro cair e ajudar a levantar.
É cair e saber que ao levantar vai receber um abraço.
é namorar e não chamar de namorado (a).
Amizade é receber um ligação quando está doente.
É ficar parecido com a convivência, ou descobrir as semelhanças.
Ou, simplesmnente, descobrir que não há nada em comum além do respeito mútuo.
Amizade é guardar segredo mesmo que o outro não o tenha pedido.
É sentir um carinho sem explicação.
É contar seus segredos mais profundos.
É não contar segredos, mas conhecer as pessoas certas para sabê-los.
Amizade é um simples beijo na testa.
Um segurar de mãos na dor.
É conhecer um pessoa há meses e parecer décadas.
É saber que por mais que sinta-se só, não está.
Que daqui a alguns anos, mesmo que a convivência não seja a mesma, a amizade o será.

W.A.M.

Um comentário: