terça-feira, 30 de setembro de 2008

A arte do nada dizer

As palavras misturam-se. Olho para o teclado de letras embaralhadas que juntas fazem nenhum sentido. É inútil tentar fazê-las ter nexo se meus pensamentos não o tem.
Crio mais um blog para suprir a nudez de palavras que tomou conta de mim no endereço passado. E como este se chama? "A arte do nada dizer" (será golpe da ironia de mim peculiar?).
Não importa como eu una as letras e depois as palavras, elas traduzirão pensamentos vácuos de uma mente vazia de sapiência e experiência.
Não sou Machado, Poe ou Gaiman, porque alguém se preocuparia em desvendar os delírios de minha mente insensata no momento em que vomito palavras como um bêbado que após o ápice de tontura, cairá aliviado no chão sussurrando palavras de consolo para si mesmo?
Escrevo, portanto, para mim mesma. Um dia, quem sabe, a Wânyffer Monteiro necessitará lembrar o que a jovem Wan pensava. E, lendo esse quebra-cabeça de pensamentos incompreensíveis, mergulhe profundamente em busca do seu âmago e nunca esqueça o passado. Quando a sua maior diversão era nada dizer.

9 comentários:

_Eddie_ disse...

E não será por falta de umas letras, iguais as estas que ponho aqui , que este seu novo espaço á de não ser lembrado!

=*

Tiago Marques

MBR™ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MBR™ disse...

Não preciso antes desvendar pra, depois, amar você.

Apenas Amo

HOHO

.

=**

J. Lira disse...

E assim vai até as idéias faltarem, aí o blog será abandonado e revisitado daqui a três anos por você, para chorar, rir, ter vergonha do que escrevia etc. Sempre é assim, hehe.

Paulo Victor disse...

uma das melhores nostalgias do ser humano eh,de vez em qnd,mergulhar no passado e ver como coisas tão simples que vc viveu hj em dia são consideradas fúteis ateh por vc msm,se expressar por meio de palavras eh mto mais prazerozo do q por meio oral e quem disse q eh a 'arte do nada dizer?' na minha opinião vc disse tdo e ateh mais,hahahahaha!

=* wan hime-sama

Aline disse...

Boa sorte, jornalista!
=D
=**

Bernardo disse...

wanzinha, escrever no presente para, no futuro, analisar o passado é algo que sempre quis. Espero que você consiga cumprir com o que deseja!
amo vc! vou adorar ler, no futuro, os textos em q vc diz q eu sou o máximo, um amigo maravilhoso e tal... =P
xero, mana!

Camiℓa Oℓiveira disse...

Se fosse tão simples transcrever e traduzir pensamentos, escrever não seria tão interessante.

O bom é encontrar as palavras, desvendá-las; até mesmo quando se pensa que nada foi dito, você disse muito.

Loah. disse...

até porque o melhor não é o que é dito, mas o que fica não dito, o que se perde, e a graça tá em tentar dizê-lo mesmo assim, pegar o que foge, o que se esconde da gente, dentro da gente.
escrever é muito bom!